A estação de tratamento foi desenvolvida em colaboração com a instituição norte-americana Dental Recycling International - DRI, líder global na área. UFF e DRI vão atuar em conjunto no desenvolvimento da pesquisa e educação para promover o manejo seguro dos resíduos de amálgama, desde a separação até a reciclagem.

A odontologia consome cerca de 10% do mercúrio produzido no mundo, mas é responsável por quase 50% das emissões em áreas urbanas. O tema cresceu em evidência no mundo inteiro após a assinatura por 140 países do Tratado de Minamata organizado pela ONU e que prevê a erradicação do mercúrio do planeta devido aos elevados riscos ambientais e para a saúde. A chave para este projeto é garantir que os resíduos gerados pela remoção de restaurações de amálgama com defeito sejam eliminados de uma forma ambientalmente correta, evitando que toneladas de amálgama/mercúrio sejam despejados anualmente nas redes coletora de esgoto. A Universidade também utilizará um número de kits para partículas recolhidas durante o processo de inserção/retirada do amálgama. O material recolhido assim como cápsulas vazias, gaze, sugadores e qualquer outro material que entrou em contato com o mercúrio, será armazenado com segurança para a equipe e enviado para reciclagem.

 

"A odontologia é uma parte importante da vida brasileira e deve assumir uma responsabilidade ativa no desenvolvimento sustentável da sociedade", disse Claudio Fernandes, Diretor do Núcleo Universitário de Normas Técnicas na Odontologia. A parceria expressa o compromisso da Faculdade de Odontologia da UFF em Nova Friburgo para incluir aspectos de desenvolvimento sustentável na formação de novos dentistas e na carteira de pesquisa odontológica, desenvolvimento e inovação. Outras atividades de desenvolvimento sustentável estão em andamento para incentivar o comportamento sustentável para o consumo consciente, desenvolvimento econômico, e o bem estar social na UFF/NF. As áreas principais serão o consumo e manejo da agua, redução do consumo de energia, mapeamento da pegada de carbono, redução do uso de papel e uso alternativo de materiais recicláveis

O projeto é parte de uma ampla cooperação para o desenvolvimento sustentável na odontologia e envolve também a International Association for Oral Medicine & Toxicology – IAOMT e a Prefeitura Municipal de Nova Friburgo em diversas ações conjuntas. Como consequência deste evento marcante, informamos que entre os dias 06 e 07/11/2014 acontecerá o “1º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ODONTOLOGIA SUSTENTÁVEL” O evento técnico científico contará com especialistas da IAOMT e da DRI para debater com professores da UFF.NF essa importante questão. O evento será gratuito e aberto para toda a comunidade profissional e acadêmica da região serrana.

IAOMT Brasil

Acompanhe:

 

  • Facebook Classic

© 2019 by WWW.ENTENDEUMIDIA.COM